Mundo

Nancy Pelosi sugere que Biden deveria repensar sua candidatura à reeleição

Pelosi salientou que o presidente é respeitado dentro do partido, mas frisou que as pessoas querem que ele tome uma decisão

Nancy Pelosi, membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (Leandro Fonseca/Exame)

Nancy Pelosi, membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos (Leandro Fonseca/Exame)

EFE
EFE

Agência de Notícias

Publicado em 10 de julho de 2024 às 15h11.

Última atualização em 10 de julho de 2024 às 17h43.

Tudo sobreEleições EUA 2024
Saiba mais

A ex-presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, uma das figuras mais importantes do Partido Democrata, sugeriu nesta quarta-feira que o presidente Joe Biden repense sua candidatura à reeleição.

"Cabe ao presidente decidir se vai concorrer. Todos nós o encorajamos a tomar essa decisão, porque o tempo é essencial", declarou Pelosi em entrevista ao programa “Morning Joe” da emissora “MSNBC”, após ser questionada se Biden tem seu apoio explícito.

A legisladora da Califórnia, de 84 anos, é até agora a autoridade mais importante do partido que pede a Biden que avalie se deve continuar na corrida eleitoral contra o ex-presidente republicano Donald Trump, que ganhou força após o debate eleitoral de 27 de junho.

Pelosi salientou que Biden é respeitado dentro do partido, mas frisou que as pessoas querem que ele tome uma decisão, em uma mensagem que contrasta com o apoio explícito expressado na terça-feira por uma parte importante da liderança democrata no Capitólio.

A ex-presidente da Câmara dos Representantes pareceu ignorar que o líder democrata tem ressaltado nos últimos dias não só que não planeja retirar sua candidatura, mas que em sua opinião é o mais bem posicionado para derrotar Trump.

"Quero que ele faça o que decidir fazer. O que quer que ele decida, vamos em frente", completou Pelosi.

Os apelos por uma desistência de Biden surgiram após o debate com Trump no final de junho, durante o qual o democrata pareceu hesitante, incapaz de terminar algumas frases ou de refutar as mentiras do republicano.

Até agora, uma dúzia de congressistas democratas de baixo escalão manifestaram suas dúvidas sobre Biden ser a melhor opção para vencer em 5 de novembro, mas o presidente também conseguiu o apoio, entre outros, do caucus hispânico dos democratas no Congresso e também do afro-americano.

De acordo com as últimas pesquisas, Trump segue à frente de Biden na disputa. A média das pesquisas realizadas pelo site FiveThirtyEight mostra que o republicano tem 42,1% das intenções de voto, 2,1 pontos percentuais a mais que o rival.

Acompanhe tudo sobre:Eleições EUA 2024

Mais de Mundo

Republicanos exigem renúncia de Biden, e democratas celebram legado

Apesar de Kamala ter melhor desempenho que Biden, pesquisas mostram vantagem de Trump após ataque

A estratégia dos republicanos para lidar com a saída de Biden

Se eleita, Kamala será primeira mulher a presidir os EUA

Mais na Exame