Mundo

Biden diz a aliados ver risco de desistir da campanha, diz imprensa americana

Casa Branca negou as afirmações; presidente enfrenta questionamentos após performance ruim em debate

Joe Biden durante comício em Raleigh, Carolina do Norte, em 28 de junho (Mandel Ngan/AFP)

Joe Biden durante comício em Raleigh, Carolina do Norte, em 28 de junho (Mandel Ngan/AFP)

Rafael Balago
Rafael Balago

Repórter de macroeconomia

Publicado em 3 de julho de 2024 às 13h36.

O presidente dos EUA, Joe Biden, teria dito a um aliado importante que reconhece o risco de não conseguir salvar sua candidatura se não conseguir convencer o público de que ele é capaz de se manter no cargo, segundo uma reportagem do The New York Times.

Este aliado, que não foi identificado, disse ter ouvido do presidente que ele considera precisar ir bem nos próximos eventos e aparições públicas, pois tem consciência de que novas falhas como a do debate na semana passada, podem sepultar sua candidatura.

Nos próximos dias, Biden deverá fazer novas aparições públicas para tentar reverter a crise atual. Ele dará uma entrevista à ABC News na sexta, que será exibida no domingo, 7. Há também a expectativa de que ele dê uma entrevista coletiva em meio à reunião de Cúpula da Otan, que será realizada em Washington na semana que vem.

Crise após o debate

No debate, na quinta passada, Biden teve dificuldade para elaborar respostas. Sua voz estava rouca e baixa, e ele tossiu em vários momentos. Ele ainda fez expressões de cansaço enquanto Trump falava. A transmissão deixava os dois candidatos na tela na maior parte do tempo. O presidente também olhava muito para baixo, para o lado e parecia estar surpreso ou assustado enquanto o rival se pronunciava.

A Casa Branca, assim como um chefe da campanha de Biden, disse que a reportagem é falsa.

Um outro aliado de Biden, também ouvido pelo New York Times, repetiu que o presidente está ciente dos desafios que enfrenta para seguir na disputa pela reeleição.

A CNN também publicou uma reportagem na mesma linha, dizendo que Biden afirmou a um aliado na terça, 2, que os eventos das próximas semanas serão fundamentais para comprovar se ele terá condições ou não de seguir na disputa.

Ainda segundo o NYT, Biden tem demorado a falar com aliados do partido e doadores importantes da campanha, o que tem aumentado o incômodo entre os democratas. Nesta quarta, Biden teria um almoço com a vice-presidente, Kamala Harris, e se reunirá com mais de 20 governadores democratas durante a noite.

Acompanhe tudo sobre:Joe BidenEleições EUA 2024

Mais de Mundo

Governo Lula se diz irritado com falas de Maduro, mas evita responder declarações

Netanyahu discursa no Congresso americano sob protestos de rua e boicote de dezenas de democratas

Em discurso a irmandade negra, Kamala pede ajuda para registrar eleitores e mobilizar base a votar

Grupo armado sequestra 13 pessoas perto da fronteira da Colômbia com a Venezuela

Mais na Exame