Future of Money

Análise: criptoativos enfrentam cenário desafiador e fortes quedas do bitcoin e ether

Apesar do momento negativo no mercado cripto, índice S&P 500 teve aumento robusto no mês de junho

Bitcoin voltou a cair com incertezas no mercado (envato/Reprodução)

Bitcoin voltou a cair com incertezas no mercado (envato/Reprodução)

Lucas Costa
Lucas Costa

Analista Técnico do BTG Pactual

Publicado em 10 de julho de 2024 às 14h00.

No último mês, o cenário tem sido desafiador para os criptoativos, com notícias sobre o início do processo de reembolso de parte da dívida da Mt. Gox e diminuição de reservas de criptoativos de países europeus, como a Alemanha. Em junho, o índice S&P 500 (SPX) registrou um aumento robusto de 4,66%, enquanto o índice do dólar (DXY) teve um ganho modesto de 0,1%.

O bitcoin acumula uma alta de 36,65% no ano, mas sofreu uma queda de 16,98% no último mês. O ether segue uma performance semelhante, com um aumento de 36,7% no acumulado do ano, mas uma queda de 15,9% no mês passado.

Apresentamos a análise técnica do S&P 500, DXY, bitcoin e ether.

Análise Técnica – S&P 500

O S&P500 possui tendência de alta no curto e médio prazo, com topos e fundos ascendentes. As médias móveis de 21 e 50 dias têm cruzamento de alta, e os indicadores podem atuar como suportes relevantes. O preço chegou perto do nosso objetivo em 5.600 e o Índice de Força Relativa está em patamar de sobrecompra. É sempre difícil apostar contra o fluxo do S&P500, mas temos alguns sinais de alerta no lado técnico.

Coluna Lucas Costa

Análise Técnica – DXY

O dólar fechou a última semana com 0,92% de queda. A tendência de curto e médio prazo é de alta, mas perdeu força. No gráfico diário do DXY, o preço formou um topo mais baixo que o anterior e tivemos o rompimento da uma linha de tendência de alta que guiava o movimento desde dez-23, indicando o aumento da pressão vendedora. Os próximos suportes são a média móvel de 200 dias em 104,48 e fundo de junho de 2024, em 104.

Insight: A tendência de alta do DXY perdeu força com a falha de rompimento do topo anterior. No curto prazo, temos uma tentativa de reversão para queda, com próximo objetivo na média móvel de 200 dias. As médias móveis de 21 e 50 dias devem ter um cruzamento de baixa nas próximas semanas.

Coluna Lucas Costa

Análise Técnica – bitcoin

O bitcoin teve um aumento da pressão vendedora nas últimas semanas e rompeu o último fundo em US$60 mil. A tendência de médio prazo é de alta, mas temos uma tentativa de reversão para queda no curto prazo. O gráfico diário do bitcoin mostra teste da média móvel de 200 dias.

Os próximos suportes são as projeções da lateralidade anterior em US$ 54 mil (61,8%) e US$ 50.020 (100%). A próxima resistência é a base anterior em US$ 60 mil.

Coluna Lucas Costa

Análise Técnica – Ethereum

O gráfico do ether possui lateralidade no curto prazo e encontrou suporte no fundo anterior em US$ 2.900. O preço está próximo da média móvel de 200 dias e podemos ter aumento da briga entre comprador e vendedor nesse nível de preço.

O ether também teve aumento da pressão vendedora, mas observamos defesa da ponta compradora. O rompimento da mínima do último mês pode levar aos suportes em US$ 2.410 e US$ 2.235.

Coluna Lucas Costa

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosBitcoinEthereum

Mais de Future of Money

JPMorgan diz que mercado cripto terá nova alta em agosto, com queda nas vendas de bitcoin

Bitcoin encerra semana com recuperação, mas riscos com pressão de venda continuam

SEC encerra investigações sobre criptomoeda pareada ao dólar BUSD

MicroStrategy, maior detentora de bitcoin, anuncia desdobramento de ações nos EUA

Mais na Exame