Casual

4 métodos de preparo de café para aproveitar o inverno

Um café quentinho é uma ótima pedida para os dias frios do inverno

 (Daniel de la Hoz/Getty Images)

(Daniel de la Hoz/Getty Images)

ABIC
ABIC

Colunista

Publicado em 10 de julho de 2024 às 11h34.

Tudo sobreCafé
Saiba mais

O inverno chegou, motivo pelo qual ficamos, naturalmente, propensos a aproveitar a gastronomia comum da estação, como sopas, vinhos, fondues, dentre outros. Com o nosso querido e amado café, não poderia ser diferente. Afinal, nada melhor do que uma xícara quentinha para enfrentar as baixas temperaturas da estação.

Para te ajudar a espantar o frio, separamos algumas dicas de preparo da bebida mais saborosa e aromática do mundo. Confira!

Métodos de preparo de café para aproveitar o inverno

Filtro de papel ou coador de pano

Coloque o pó no filtro (deve ter o mesmo tamanho e forma do porta-filtro), espalhando-o uniformemente. Não compacte, nem aperte a camada de café. Imediatamente, logo após ferver (90oC), despeje a água sobre o pó com cuidado, umedecendo-o todo. Comece molhando o pó de café das beiradas para o centro do coador/filtro. Em seguida, despeje a água lentamente (em fio) bem no centro do filtro, sem misturar com a colher. Jogue fora o filtro e o café já usados. Não passe a bebida novamente pela borra de café, pois ela ficará com sabor desagradável.

Cafeteira Italiana ou Moka

Recomenda-se usar moagem média grossa, pois a fina impede a passagem da água. Coloque água até a marca indicada na cafeteira, isso é muito importante para evitar acidentes. Em seguida, insira a quantidade de pó adequada no recipiente a ser encaixado, rosqueie a parte de cima e leve ao fogo. Quando a água começar a subir, é hora de tirar a cafeteira do fogo. Antes de servir a bebida, mexa o café com uma colher na cafeteira para uniformizar a densidade. Beba-o logo que esteja pronto para saborear ao máximo aroma e sabor.

Prensa Francesa

Adicione o pó, que precisa ter moagem grossa para esse método. Normalmente, a proporção utilizada é de 8 gramas de pó de café para 100 ml de água. Ferva a água  e coloque na cafeteira. Mexa com uma colher e coloque a parte de cima da cafeteira com o êmbolo todo levantado. Deixe que a infusão do café aconteça por cerca de quatro minutos. Pressione o êmbolo com delicadeza, pois essa peça é responsável pela separação da borra do café que será servido. Sirva o café devagar na xícara para evitar a transferência dos sedimentos finos do pó.

AeroPress

A escolha do filtro da AeroPress é importante. Existem dois tipos: papel e metálico. Após decidir qual deles será utilizado, escalde o filtro de papel (para remover o gosto de papel) ou metálico (para pré-aquecer o metal). A escolha do modo de preparo também é importante, há duas possibilidades. No tradicional, coloque o pó de café dentro da AeroPress, depois zere a balança, adicione água até a marca 1, aguarde 15 segundos, e coloque mais água até marcar 220 g de água (ou até a marca número 4). Tampe com o pistão e aguarde 1 minuto. Feito isso, é só pressionar. Já no invertido, encaixe o êmbolo na camisa do pistão, vire-o de cabeça para baixo, de modo que o encaixe da peneira fique virado para cima. Coloque então o pó de café dentro da AeroPress, zere a balança, adicione água até a marca 4, aguarde 15 segundos e coloque mais água até marcar 220 g de água (até a marca número 1). Tampe com o filtro e aguarde 1 minuto. Depois, é só virar o lado da peneira para baixo, ou seja, dentro da caneca, e pressionar.

Qualidade, rastreabilidade e segurança acima de tudo

Não é de hoje que falamos da importância de escolher produtos certificados. Por esse motivo, sempre aconselhamos os consumidores a somente comprarem cafés que tenham o Selo de Pureza e Qualidade da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC). É uma garantia de que eles passaram por análises de pureza (microscopia) e de qualidade (sensorial), que atestam, de fato, a segurança e a qualidade da bebida que chega até a sua mesa.

Checar a conformidade das marcas no aplicativo ABICAFÉ na hora da compra é outra dica importante. Afinal, caso o rótulo identifique o café como sendo “Fora de Tipo”, é sinal de que ele não possui uma qualidade mínima recomendável.

Agora, que você já está por dentro das melhores dicas, que tal preparar aquele café quentinho e delicioso para reunir os amigos em uma boa roda de conversa? É uma ótima pedida para espantar o frio!

Acompanhe a nossa coluna e fique sempre por dentro das novidades relacionadas ao universo do café!

Acompanhe tudo sobre:CaféBebidasGastronomia

Mais de Casual

Chablis: por que os vinhos dessa região da França caíram no gosto do brasileiro?

"A Era das revoluções", de Fareed Zakaria, explica raízes do mundo contemporâneo; leia trecho

Do campo à xícara: saiba o caminho que o café percorre até chegar a sua mesa

Com sustentabilidade e legado, sempre teremos Paris

Mais na Exame