Brasil

Inmet alerta para chuvas intensas em SP, e onda de frio provoca geadas no Sul; veja previsão

No Nordeste, instituto também emitiu dois alertas de 'Perigo Potencial' para acumulado de chuvas

 (Allison Sales/FotoRua/NurPhoto/Getty Images)

(Allison Sales/FotoRua/NurPhoto/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 10 de julho de 2024 às 06h33.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alertou para chuvas intensas em São Paulo, Paraná e no Mato Grosso do Sul nesta quarta-feira. Além disso, a massa de ar polar vinda da Argentina que atinge o sul do país também pode voltar a provocar geadas no Rio Grande do Sul e chuvas intensas em todo o litoral de Santa Catarina. Já no Rio de Janeiro, a previsão é de chuva fraca ao longo da madrugada e pela manhã.

Veja os avisos do Inmet para esta quarta-feira

Na região Sul, o Inmet emitiu um alerta de "Perigo" para a chegada de uma onda de frio para quase todo o Rio Grande do Sul no último sábado. O aviso vai até esta quarta-feira. A onda de frio é em decorrência de uma massa de ar polar que estava entre o centro da Argentina, Uruguai e na metade sul do estado gaúcho. Com isso, as temperaturas caíram e geadas foram registradas. Com isso, também há um aviso de "Perigo Potencial" para geadas na região centro-sul do estado gaúcho.

Já na área metropolitana de Porto Alegre, há um aviso de "Perigo Potencial" para chuvas intensas. O alerta também se estende para o nordeste do RS e todo o litoral catarinense. A previsão é de chuvas até 50mm/dia e ventos intensos (40-60km/h). Também há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

No Paraná, há previsão de chuvas intensas, principalmente no norte do estado e na região metropolitana da capital Curitiba. O aviso destaca que pode chover de 50 e 100 mm/dia com ventos intensos. Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

No Sudeste, há dois alertas de chuvas intensas, um de "Perigo" e outro de "Perigo Potencial" para áreas de São Paulo, como litoral paulista, macro metropolitana e região metropolitana da capital. Os alertas também abrangem áreas do Mato Grosso do Sul e do Paraná. Segundo o Inmet, pode chover de 50 e 100 mm/dia com ventos intensos. Há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Já no Rio de Janeiro, segundo o Alerta Rio, por conta da circulação de um sistema de baixa pressão, o céu deve ficar nublado com chuva fraca durante a madrugada e pela manhã. Os ventos devem ficar moderados e as temperaturas devem ficar entre 19ºC e 30ºC.

Por conta da influência de mais uma nova frente fria, a partir de sexta-feira, as temperaturas devem voltar a cair, e o próximo fim de semana também será de termômetros mais amenos, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

No Nordeste, o instituto emitiu dois alertas "Perigo Potencial" para acumulado de chuvas. As áreas que devem ser atingidas são nordeste da Bahia, mata e agreste de Pernambuco, e região metropolitana de Recife, leste, sertão e agreste de Sergipe, leste e agreste de Alagoas e leste e agreste do Rio Grande do Norte. Os dois avisos vão até às 10h desta quarta.

Segundo o aviso, deve chover até 50mm/dia, com baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos em cidades com áreas de risco.

 

Acompanhe tudo sobre:SudesteSulRegião NorteRegião NordesteClima

Mais de Brasil

André Mendonça, do STF, dá 30 dias para governo concluir renegociação das multas da Lava-Jato

Força-tarefa extingue 30 pontos de queimada no Pantanal, diz Marina

CCJ do Senado adia votação da PEC do marco temporal de áreas indígenas

Preocupação do brasileiro com violência cresce em quase um ano e chega a 19%, aponta Genial/Quaest

Mais na Exame